Transbordando amor

Ela já tem quatro aninhos. É sempre maravilhoso fotografar essa família, mas esse ano Alice me emocionou. Está tão crescida e desabrochando lindamente, demonstrando que eu tinha um ser humano incrível diante de minha lente. Sou apaixonada pela Renata, mãe dela, desde o casamento em 2007, e agora percebo que a pequena está saindo como a mãe: carinhosa, sorridente, expansiva, doce… Que delícia ver tudo isso acontecendo e registrar todo ano. Ontem foi a festinha e, como em todos os anos, voltei para casa transbordando de amor. Acho que você vai se contaminar vendo esse vídeo-fotos.

Estamos de volta

“O otimista é um tolo. O pessimista, um chato. Bom mesmo é ser um realista esperançoso.” – Ariano Suassuna

Sabia das coisas o Suassuna, não é mesmo? Aí está meu sentimento para este começo de ano. Ok, não dá para ser eu sem ser otimista, assumo minha tolice. Teimo em crer que tudo dará certo – e tem dado – mas, esse ano me sinto menos bobinha. Não dá para negar que será preciso um tanto mais de força para vencer as batalhas. Escolho ser a realista esperançosa, estou pronta. Começo o ano com imagens dessa família que eu amo passando por um processo mágico, lindo, mas também difícil e doloroso. Crescer dói mas é preciso e em 2017 quero ser grande. Mãos à obra, estamos de volta, dia um do período de crescimento que me aguarda. Vamos?

3847 3848 3850 3851 3852 3854 3855 3856 3857 3858 3860 3861 3863 3864 3865 3866 3867 3868 3869 3871 3872 3873 3874 3875 3876 3877 3878 3879 3880 3883 3884 3886 3887

Paternidade?

“Eu, que era imortal.
Ora, ser pai é morrer,
Aos poucos, de amor…”

Francismar Prestes Leal

0207 0208 0209 0211-2 0212-2 0213-2 0214-2 0215-2 0216-2 0217 0218 0219 0220

O que me faz feliz

E então você decide que chegou a hora de se casar e define que, dentre os mil itens que você deverá contratar para seu casamento, fotografia é um dos que são relevantes. É aí que eu entro na sua vida e você na minha. Tudo começa com uma reunião de apresentação, quando te mostro meus álbuns e me mostro, além de te ver, te perceber. Quando a sintonia acontece de verdade, nosso primeiro passo concreto vem como consequência: a assinatura do contrato, o primeiro de tantos outros. E aí a história vai seguindo seu curso. Chega o dia do sim, e eu estou lá para te fazer lembrar para sempre que cada minuto investido na realização daquela festa valeu a pena. O tempo passa e Deus te concede o que de mais sagrado há nessa vida: um (a) filho(a). Nessa hora, mesmo que a gente já tenha passado anos sem se ver, você se lembra de novo do quão valiosas são as memórias do seu matrimônio e sente que esse momento também merece ser guardado com todo o cuidado e capricho, eu estou lá, novamente, sintonizando você com seu bebê e com a maravilha que é gerar vida, ser co-criadora junto ao Pai celestial. Poucos meses depois você descobre que todo aquele amor que você já sentia ainda poderia aumentar, quando colocam no seu colo pela primeira vez aquele pedacinho de gente que você levou no ventre e mal consegue crer que está em seus braços. Sim, o nome disso é milagre e esse milagre é Deus te dizendo que confia em você. Tão pequetito, tão delicado, tão ágil em crescer. Que bom que a fotografia existe para que a gente possa olhar para ela e voltar no tempo, sentindo novamente aquela enxurrada de sentimentos que os primeiros dias de vida do bebê trazem. E de repente, sem que você se dê conta, seu bebê já não é mais aquele pedacinho frágil de gente. Já tem dobrinhas, bate palminhas, fica de pé, balbucia coisas que só você entende e tem o sorriso mais maravilhoso do mundo, que causa em você um treco tão bom que você não sabe o nome, não tem descrição. Aqui estou eu novamente, capturando cada traço desse corpinho maravilhoso que dá sentido a sua vida, tornando eterno aquele abraço, aquele beijo, aquele olhar… E quando você me enche de carinho por estar grata por ter cada momento sagrado da sua vida eternamente na sua memória em forma de arte através da minha fotografia, eu agradeço a Deus pela linda missão que me cabe, me motiva e me completa. Sou fotógrafa de pessoas, de almas, isso me faz feliz.

Família Khouri

Esta família eu amo, de paixão, já faz algum tempo. Amo mesmo! Bruno me ganhou dentro do carro dele, no dia do ensaio externo do casamento, quando disse que a emoção de ser campeão olímpico equivale a dez por cento do que é amar a Flávia. Neste momento me dei conta de que se tratava de um casal especial. Desde então, eles só fizeram crescer minha admiração. O presente de um ano de casamento que fizemos para ele me mostrou uma mulher incrível, com toda potencia que essa palavra tem. No ensaio da gravidez, aquele olhar que ele tinha para ela me encantava. Era tanto amor que emanava daqueles olhos… Vê-lo encantado pela esposa enche meu coração de um sentimento maravilhoso, sempre saio dos ensaios deles com a sensação de que é um casamento pautado na admiração, é quase que palpável. Letícia chegou e me deu a oportunidade de entrar na casa deles. Foi uma experiência única estar dentro daquele lar que eu presenciei ser solidificado em seus momentos mais solenes. Quanto amor, quanta confiança…  Esse mês fizemos o ensaio do primeiro aniversário da pequena e, como não poderia deixar de ser, eles mostraram novamente que são especiais. Bruno resolveu fazer uma surpresa e para isso eu teria que mentir pra Flávia, prometendo entregar as fotos antes do prazo padrão, mas a deixando “na mão”, entregando as fotos em segredo a ele para que ele passasse as fotos na festa como uma surpresa. Quase morri para fazer isso! E o medo de ela ficar muito brava comigo? Parece brincadeirinha, mas não é! Tive medo mesmo! E, no dia da festa, no auge da enrolação, ela me diz que tudo bem, que não tem como ficar brava comigo e que me ama. Ah, gente! Mata a fotógrafa!!!!!!! Meus amores, vocês são um presente na minha vida. Não há como mensurar o prazer que sinto em registrar suas memórias. Rogo a Deus que esse amor siga forte, e que eu possa estar com vocês por longos e felizes anos, desfrutando dessa energia linda que vocês emanam. Mais uma vez, muito obrigada!

0001 0002 0003 0004 0005 0006 0007 0009 0010 0011 0012 0013 0014 0015 0016 0017 0018 0020 0022 0023 0024 0026 0028 0029 0030 0031 0032 0033 00340037 0038 0039 0040 0041 0042 0043 0044 0045 0048 0049 0050