Coisa de amiga

Vira e mexe recebo indicações de pessoas que não fotografei. Esse é mais um desses casos, mas essa história é especial. Nayara veio conhecer meu trabalho trazida pela amiga, Deborah. Tudo correu normalmente em nossa primeira reunião até que, ao término da apresentação, Nayara decidiu que eu seria sua escolha e já quis assinar o contrato. Isso não acontece com muita frequência, normalmente as pessoas voltam depois para fechar, mas a singularidade desse contrato foi que a pessoa mais feliz com o fato de estarmos fechando o negócio não era eu e nem a noiva, era a amiga da noiva. Nayara e eu ficamos felizes, claro, mas Deborah reagiu como as noivinhas que atribuem um valor realmente grande a esse passo, quando não é apenas mais um dos tantos contratos fechados para a realização do casamento, mas sim “o” contrato fechado com aquele profissional que você sempre sonhou, de verdade. Bonito ver isso em uma amizade: realizar-se no sonho de quem a gente ama. Sentimento nobre. Que meu trabalho tenha alcançado a nobreza do que trouxe essas pessoas para mim.

Investindo certo

Quando um casal decide celebrar sua união tem uma decisão importante pela frente: quanto investir. Nesse aspecto, o céu é o limite. Bom senso é fundamental, não queremos nos endividar demais e extrapolar a nossa realidade, mas é muito importante ter em mente que é melhor fazer menos coisas bem feitas do que muitas coisas mais ou menos. Juliana e Sérgio são bom exemplo disso. Eles optaram por um pequeno receptivo para que pudessem concentrar os investimentos em excelentes fornecedores e obtiveram êxito na realização perfeita daquilo que se propuseram a fazer. Achei incrível! O que tenho visto é exatamente o contrário. Os casais querem fazer a festa ao menor custo e saem contratando empresas que estão se vendendo a preço de banana, colocando em risco o sucesso do evento. Temos visto isso acontecer com certa frequência, inclusive com falências e muitos sonhos sendo arrasados em virtude de fornecedores que não souberam administrar seu negócio e até por má fé. Está organizando seu grande dia? Não se esqueça de ter algo em mente sempre que for conversar com um fornecedor: qualidade tem custo e o preço de uma escolha equivocada pode ser alto demais. Lembre-se de que depois que você pagar o quanto vale para empresas que você sabe de que são idôneas, poderá chegar no seu momento tão sonhado com a certeza de que investiu certo e sentirá, no dia seguinte, que valeu abrir mão de algumas coisas em função do sucesso do todo.

0240 0241 0242 0243 0244 0245 0246 0247 0248 0249 0250 0251 0252 0253 0254 0255 0256 0257 0258 0259 0260 0261 0262 0263 0264 0265 0266 0267 0268 0269 0270 0271 0272 0273 0274 0275 0276 0277 0278 0279 0280 0281 0282 0283 0284 0285 0286 0287 0288 0289 0290 0291